Adolescente

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 2 (332 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 1 de septiembre de 2010
Leer documento completo
Vista previa del texto
CAPITULO 5

NARRADORA:

A clareira no interior da floresta.

DONINHA:
Aqui estamos no lugar onde Simão te encontrou estrelinha. Que horas você vai ter que partir¡

A ESTRELINHA:A meia noite em ponto, a lua cheia vai me mandar uma escada. Aqui mesmo ,no meio desta clareira.

LUA JANELA:
Já e hora de voltar para o céu estrelinha, eu já vi tudo o que você sufriunesse circo, mas eu vou protegê-la.

DONINHA:
Olha, o macaco Simão esta suspirando. Coitado.

A ESTRELINHA:
Também não gosto de despedidas. Não fique assim macaquinho.

SIMAO:
Elaainda não partiu e já esqueceu meu nome.

A ESTRELINHA:
Não ha ração para tristeza, Simão. Todos os dias, depois do sol deitar, eu apareço no céu anunciando a chegada da lua. Se você quer mever, só procure no horizonte.

DONINHA:
Olhem, a lua esta enviando um raio de luz.

A ESTRELINHA:
Adeus, dona doninha, adeus macaquinho Simão. Muito obrigado por tudo o que vocêsfizeram por mim, pela amizade, e pela liberdade que me devolveram. Ate um dia.

SIMAO:
Ate a volta, estrelinha cadente¡

DININHA:
Agora vamos a casa, Simão. A estrelinha já subiu e a noitejá vai alta. A manhã e dia de fazer pão y temos que voltar aqui para buscar lenha.

SIMAO:
Ai, que saudades da estrelinha cadente¡

DININHA:
Suspende agora o suspiro e vamos embora. Nãodemora o sol¡ Já vai nascer pra trá daquela montanha.

TODOS:
A estrela já subiu,
Retornou a seu lugar.
Na floresta tudo dorme,
Só a aranha tece a teia
No seu pequeno tear,
Enquanto alua semeia
Flores de prata no ar.

NARRADORA:
E assim a estrelinha Áurea voltou para seu lar, e o calculista dono do circo ficou trancado na jaula para sempre e morreu la.

Meninos emeninas a ensenhanza desta historiam nos dize que a gente deve ser solidária com as pessoas que precisam de nossa ajuda, e não ser ácaros porque tarde ou cedo à gente vai receber seu castigo.
tracking img