Alfabetização e afetividade em sala de aula

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 33 (8240 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 10 de mayo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Faculdade de Educação

Alfabetização e Afetividade em Sala de Aula

São Paulo, janeiro de 2010.
1 - Pesquisa etnográfica e educação : breves considerações

De acordo com Erickson (1989) durante aproximados setenta anos o trabalho de campo observacional participativo e interpretativo tem sido utilizado nas ciências sociais como método de investigação. Ainvestigação interpretativa e a teoria que a fundamenta surgiram a partir do interesse pela vida e perspectivas de pessoas que tinham escassa ou nenhuma voz dentro da sociedade, principalmente nos finais do século XVIII. O interesse pela vida dessas pessoas continuou crescendo no início do século XIX, e a seguir a atenção dos reformadores sociais passou dos camponeses pobres para as populaçõesproletárias das cidades industriais em crescimento.
Ao final deste século, surgiu ainda interesse por outra população em crescimento que eram os povos iletrados dos territórios coloniais europeus na África e na Ásia. Relatos de viajantes sobre estes povos se tornaram mais detalhados e completos, e começaram a ser objeto de uma atenção científica por parte do campo da antropologia. Malinowski foium autor que revolucionou o campo da antropologia social pela especificidade de suas descrições e intensidade de suas percepções sobre as crenças e as perspectivas dos habitantes das ilhas Trobriand (Erickson 1989).
O autor dá início a uma nova forma ao estudo de culturas, com uma tradição da “importância de apreender os significados das ações humanas, tal como elas se manifestam nasinterações sociais da vida cotidiana, por meio da análise de dados de primeira mão colhidos pelo pesquisador durante trabalho de campo prolongado.(Bueno, 2007, p.476).
Uma investigação interpretativa implica: participação intensiva e a longo prazo em um contexto campo; cuidadoso registro do que acontece no contexto mediante redação de notas de campo e da compilação de outros tipos dedocumentos; posterior reflexão analítica sobre o registro documental obtido em campo e elaboração de um relatório mediante uma descrição detalhada, utilizando fragmentos narrativos de entrevistas, assim como descrições mais gerais. A investigação de campo interpretativa exige cuidado tanto em relação à descrição dos acontecimentos cotidianos como em identificar o significado das ações a partir dos diversospontos de vista dos próprios atores do contexto observado. (Erickson, 1989)
Segundo Rockwell (2009) algumas das características de um estudo etnográfico são: a estadia prolongada em campo em uma pequena localidade; construção de uma relação de confiança com os participantes; gênero textual que privilegia a narração e a descrição. O sentido da investigação etnográfica é produzir maiorcompreensão de processos que tenham sido estudados por outros meios. Um aspecto importante que pode trazer profundidade temporal e valor conceitual a um trabalho etnográfico é a integração da dimensão histórica, que ajuda a evitar a construção de versões essencialistas e estáticas dos outros e a respeitar a capacidade de todas as pessoas de transformar suas culturas e seu mundo.
Numa perspectivainterpretativa a análise objetiva do significado subjetivo é essencial na investigação social, incluindo na investigação sobre o ensino.Uma investigação de campo etnográfica além de seu interesse central pela mente e pelo significado subjetivo, se ocupa da relação entre as perspectivas de significado dos atores e circunstâncias ecológicas de ação em que estes se encontram, isto é, a maneira que osdocentes e estudantes, em suas ações conjuntas, constituem ambientes uns para os outros. (Erickson, 1989)
De acordo com Sato e Souza (2001) a etnografia é o único método em que descrições do comportamento humano são sempre realizadas considerando a compreensão dos significados e contextos locais, pressupondo que a realidade seja construída socialmente.
Na investigação social...
tracking img