Analisis del discurso en las musicas punk

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 12 (2792 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 1 de diciembre de 2009
Leer documento completo
Vista previa del texto
O sujeito no discurso punk brasileiro

Resumo: Este artigo apresenta a análise de três músicas de autoria da banda punk Garotos Podres. A temática analisada nas músicas é a descrição do sujeito a quem a música se refere, e a formação discursiva do mesmo. Por meio da Análise de Discurso (AD), uma das correntes de estudos linguísticos contemporânea, buscou-se identificar o sujeito e sua formaçãodiscursiva. Por meio do gênero, somado à temática escolhida, serão apontadas as principais regularidades evidentes nos segmentos utilizados para a análise,

Palavras-chave: Sujeito. Ideologia. Heterogeneidade. Movimento Punk

1 INTRODUÇÃO

Este artigo tem por objetivo analisar o sujeito e sua formação discursiva, presente nas músicas do grupo Garotos Podres. Utilizando como fundamentaçãoteórica os conceitos da Análise do Discurso, a intenção é investigar a posição do sujeito descrito nas músicas, se é aquele que não participa do movimento e a música serve como um chamado para ingressar no grupo, ou se é uma descrição do próprio sujeito, participante ativo.
A escolha do corpus se justifica por ser a música um dos principais canais de transmissão dos movimento sociais. Presente emtodas as sociedades, a música serve como meio de integração e interação social. Existem na história diversos movimentos que a utilizaram para divulgar sua ideologia no intuito de atrair a atenção das pessoas.
As músicas selecionadas para a análise são: Subúrbio Operário, Caminhando para Nada e Miseráveis Ovelhas. Todas são composição do vocalista da banda José Rodrigues Máo Junior. A banda éuma das primeiras a surgir no Brasil, como uma banda representante do movimento punk, e tem um grande reconhecimento por parte do público. Suas letras são politizadas e a intenção com a análise é buscar as referências socio-históricas por trás do discurso da banda.
A Análise do Discurso faz compreender a linguagem como mediação necessária entre o indivíduo e a realidade natural e social. Osindivíduos são aquilo que falam. Para se tratar do sujeito do discurso é necessário considerar as condições de produção, a que está submetido por questões ideológicas ou sócio-históricas. Seguindo esse raciocínio, o sujeito não constrói o discurso e nem a história, apenas os organiza. Serão buscadas certas regularidades nos segmentos e estas serão destacadas a fim de se realizar a análiserelacionando-os com a exterioridade sócio-histórica.


2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Para a Análise do Discurso, é importante que sejam considerados os sujeitos, suas inscrições na história e as condições de produção da linguagem. Analisam-se, assim, segundo esse domínio de estudos, as relações estabelecidas entre a língua e os sujeitos que a empregam e as situações em que se desenvolvem o dizer.
O estudodiscursivo considera, em suas análises, não apenas o que é dito em dado momento, mas as relações que esse dito estabelece com o que já foi dito antes e, até mesmo, com o não-dito, atentando, também, para a posição social e histórica dos sujeitos e para as formações discursivas às quais se filiam os discursos.
No que se refere aos precursores dos estudos discursivos, destaca-se o francês MichelPêcheux, cujos estudos têm forte embasamento nas correntes marxistas. Segundo Pêcheux, não há sujeitos individuais no discurso, há “formas-sujeito”, ou seja, um ajustamento do sujeito à ideologia. O autor também pontuou que não há língua sem sujeito, assim como não há sujeito sem ideologia.
Eni P. Orlandi coloca que uma “formação discursiva” é a que determina o posicionamento ideológico de umdiscurso. “As palavras mudam de sentido segundo as posições daqueles que as empregam.”, ou seja, a partir do momento em que se relacionam os diferentes sentidos que se pode ter de uma determinada palavra com o sujeito que a usa em seu dizer, isso permite compreender o processo de produção dos sentidos e sua relação com a ideologia, chegando cada vez mais próximo ao sujeito e a sua intenção ao...
tracking img