As razões do iluminismo - sergio paulo rouanet.pdf

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 282 (70349 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 24 de marzo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
SÉRGIO PAULO ROUANET
AS RAZÕES DO ILUMINISMO

Os ensaios recolhidos neste volume tentam refletir sobre três crises interligadas, que se manifestam hoje em dia no Brasil e no mundo, sob a forma de três rebeliões: contra a razão, contra á modernidadê^e contra a Ilustração. Nos três casos, o autor assume uma posição a contracorrente e propõe um resgate crítico do conceito de razão, do projeto damodernidade e do legado da Ilustração Resgate porque .sem a razão não podemos combater as forças que asfixiam a-vida; sem os instrumentos de análise gerados pela modernidade não podemos reagir contra as patologias da sociedade moderna, e sem os valores da Ilustração não podemos jtransformar1.o'',mundo nemcnar^cendjçpes-para uma liberdade concreta O resgate, contudo, será necessariamente crítico,pois não é possível ignorar os aspectos repressivos do raaonalismo clássico, as perversões da moderna civilização industrial e as mgenuidades e simplificações da época das Luzes Diante disso, o autor advoga um novo racionalismo, 'baseado em Freud e na teoria da ação comunicativa; realiza um confronto polêmico com a modernidade a partir da própria modernidade, rejeitando, portanto, todas asperspectivas pós-modernas, e reivindica á necessidade da reconstrução do

l

SÉRGIO PAULO ROUANET

AS RAZÕES DO ILUMINISMO
5° reimpressão

Copyright © Sérgio Paulo Rouanet Capa: Ettore Bottini Revisão: Márcia Copola Jussara A, Dias Sylvia Corrêa

A meus filhos Marcelo Luiz Paulo Adriana

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)Rouanet, Sérgio Paulo, 1934As razões do iluminismo / Sérgio Paulo Rouanet. — São Paulo : Companhia das Letras, 1987. ISBN 85-85095-14-8 1. Filosofia moderna - Século 20 2. Ilustração (Movimento intelectual) 3. Irracionalismo (Filosofia) 4. Razão 5. Vida intelectual - Brasil i. Título. 87-0187 CDD-149.7 -001.10981 -121.3

R764r

O!TJ f03 N

o
r-1 3

w •M c
•M

o e

m

(D
O
•H OI

e-190
1. 2. 3. 4. 5. 6. índices para catálogo sistemático: Brasil : Vida intelectual 001.10981 Filosofia moderna : Século 20 190 Iluminismo : Filosofia 149.7 Irracionalismo : Filosofia 149.7 Razão : Epistemologia 121.3 Século 20 : Filosofia moderna 190

D

O

0) (Si

T3
Ul

-p
Oi

ÍO

tu
M

m D o o:

C

m
Ul

ru in oo cr v
o
1998
Todos os direitos desta ediçãoreservados à
EDITORA SCHWARCZ LTDA.

(~

tivo da segunda etapa. De novo, só podemos fazê-lo, de modo não arbitrário, se recorrermos à Ilustração. Partiríamos do seu acervo normativo e o corrigiríamos à luz de fatos e tendências posteriores. Assim, o novo Iluminismo proclama sua crença no pluralismo e na tolerância e combate todos os fanatismos, sabendo que eles não se originam da manipulaçãoconsciente do clero e dos tiranos, como julgava a Ilustração, e sim da ação de mecanismos sociais e psíquicos muito mais profundos. Revive a crença no progresso, mas o dissocia de toda filosofia da história, que o concebe como uma tendência linear e automática, e passa a vê-lo como algo de contingente, probabilístico e dependente da ação consciente do homem. O único progresso humanamente relevante é oque contribui de fato para o bem-estar de todos, e os automatismos do crescimento econômico não bastam para assegurá-lo. O. progresso, nesse sentido, não é uma doação espontânea da técnica, mas uma construção intencional, pela qual os homens decidem o que deve ser produzido, como e para quem, evitando ao máximo os custos sociais e ecológicos de uma industrialização selvagem. Esse progresso nãopode depender nem de decisões empresariais isoladas nem das diretrizes burocráticas de um Estado centralizador, e sim de impulsos emanados da própria so32

ciedade. O Iluminismo mantém sua fé na ciência, mas sabe que ela precisa ser controlada socialmente e que a pesquisa precisa obedecer a fins e valores estabelecidos por consenso, para que ela não se converta numa força cega, a serviço da...
tracking img