Ferro carbon

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 8 (1883 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 11 de marzo de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO MECÂNICA I (EM304)
1º Semestre 2005/06

AÇOS 1. Diagrama de Equilíbrio das ligas Fe-C

F. Jorge Lino Alves
1

SUMÁRIO
1. 1.1 1.2 1.3 1.4 1.5

O diagrama de equilíbrio ferro - carbono
Formas alotrópicas do ferro Solubilidade do carbono no ferro. Fases ricas em carbono: carbonetos de ferro e grafite. Diagrama estável e metaestável Linhas de temperatura críticasDefinição de estruturas em arrefecimento lento das ligas Fe-C Mecanismos de endurecimento e efeitos nas propriedades mecânicas do aço 1.5.1. Controle da quantidade de carbonetos 1.5.2. Controle dos elementos de liga 1.5.3. Controle da velocidade de arrefecimento

2

O aço é o metal mais utilizado por 2 razões: – baixo custo – excelentes propriedades mecânicas Os utilizadores de açofundamentais: – escolha do aço – tratamento do aço enfrentam em geral 2 questões

Para tirar o máximo partido dum aço, é necessário conhecer as suas propriedades em função da sua composição e as modificações provocadas pelos diversos tratamentos.
3

PRODUÇÃO DO AÇO

4

Produção do aço:
A matéria prima (minério de ferro ou sucata, dependendo do processo) é convertida em aço líquido. • Processocom minério de ferro ⇒ alto forno • Processo com sucata ⇒ forno de arco eléctrico. O aço fundido é vazado em contínuo (ou em lingotes) ⇒ produtos semi-acabados: • brames - secção rectangular para produtos em chapa. • blooms - secção quadrada para perfis.
5

Pellets Alto Forno

Carvão

Conversores

Vazamento contínuo Slabs
Transporte

Laminagem quente

Revestimento

Laminagem aFrio

6

Vazamento Contínuo

7

Linha de Laminagem a Quente
Fornos de reaquecimento

Pré redução 1º enrolamento Linha de redução final Linha de arrefecimento

Enroladores
8

Fluxo de Produção
Transporte Luleå Laminagem a Frio

Decapagem

Enrolamento

Aquecimento dos ”slabs” Enrolador Recozimento

9

10

Propriedades & Processos, aço HSLA/C-Mn
ReaquecimentoRoughing mill Coil-box
Re=Sträckgräns Slagseghet

CMn steel HSLA

Acabamento Arefecimento

Bobine

Yield Point

Thoughness

Re=Sträckgräns

Yield Point

Re=Sträckgräns

Yield Point

Re=Sträckgräns

Yield Point

Re=Sträckgräns

Yield Point

Ämnestemp

Temperatur

Deformation

Slutvalstemperatur

Kylningshastighet

Haspeltemperatur

Slab Temp

TemperatureDeformation

Final Rolling Temp

Cooling Rate

Coiling Temp

11

Linha de Decapagem
Armazem Soldadura
Secagem

Decapagem lavagem

12

1909
Linha de laminado a quente

2000

13

Linha de Laminagem a Quente

14

15

16

17

Distribuição da Produção SSAB
2002

Laminado a quente 1 285

Laminado a Frio 531

Total 2 353 kton

Pré Reves. Metal. lacado 328209 18

O aço obtêm-se por afinação da “gusa branca” em cuja operação se reduz a percentagem de C de 3.5 a menos de 1%. Esta operação consiste essencialmente num conjunto de oxidações parciais produzidas por: • Acção de uma corrente de ar que atravessa a massa de gusa líquida (afinação por ar); Acção de um óxido de Fe (minério ou sucata) num forno de soleira (afinação por soleira) ou no fornoeléctrico (afinação eléctrica).



A eliminação do C é realizada por uma “oxidação” em que o C se transforma em óxido de C e em gás carbónico. A acção do O2 sente-se também sobre outros constituintes da gusa, tais como o Mn, Si e o P, que também se oxidam e eliminam quer parcialmente quer completamente.
19

Por outro lado, também o Fe é oxidado parcialmente, o que é indesejável por doismotivos: 1. 2. Reduz o rendimento da operação; A presença do FeO diminui as propriedades mecânicas do aço.

Torna-se então necessário que após as oxidações parciais se realize uma “redução” do FeO formado. É neste período de redução do FeO que se poderá eliminar o S, cujo conteúdo se mantém praticamente inalterável durante a oxidação. OXIDAÇÃO + REDUÇÃO “AFINAÇÃO” DA GUSA

Oxidação Redução...
tracking img