Introdução ao teatro do oprimido

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 32 (7786 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 28 de febrero de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
Apresenta

INTRODUÇÃO AO TEATRO DO OPRIMIDO

Centro de Teatro do Oprimido
O Centro de Teatro do Oprimido – CTO é um centro de pesquisa e difusão, que desenvolve metodologia específica do Teatro do Oprimido em Laboratórios Práticos e em Seminários, ambos de caráter permanente, para revisão, experimentação, análise e sistematização de exercícios, jogos e técnicas teatrais. Nos laboratórios enos seminários são elaborados e produzidos Projetos Sócio-Culturais, Espetáculos Teatrais e Produtos Artísticos variados, tendo como alicerce a Estética do Oprimido.

A filosofia e as ações do CTO visam à democratização dos meios de produção cultural, como forma de expansão intelectual de seus participantes. Além da propagação do Teatro do Oprimido como meio da ativação e do democráticofortalecimento da cidadania.

Para tanto, o CTO implementa projetos que estimulam a participação ativa e protagônica das camadas oprimidas da sociedade, e visam à transformação da realidade a partir do DIÁLOGO e através de meios estéticos.

O CTO (www.ctorio.org.br), com sede no Rio de Janeiro, Brasil, é uma associação sócio-cultural sem fins lucrativos, única no mundo com direção artística doteatrólogo Augusto Boal.

A importância e a extensão do Teatro do Oprimido no mundo podem ser verificadas consultando-se a página da Organização Internacional de Teatro do Oprimido (www.theatreoftheoppressed.org).

Centro de Teatro do Oprimido • Fábrica de Teatro Popular Nordeste Av. Mem de Sá, 31 Lapa Rio de Janeiro RJ / CEP 20.230-150 • (21) 2232-5826 / 2215-0503 www.ctorio.org.br

2

O Teatrodo Oprimido
Método Estético que reúne Exercícios, Jogos e Técnicas Teatrais que objetivam a desmecanização física e intelectual de seus praticantes e a democratização do teatro, estabelecendo condições práticas para que o oprimido se aproprie dos meios de produzir teatro e amplie suas possibilidades de expressão, estabelecendo uma comunicação direta, ativa e propositiva entre espectadores eatores.

Entre as técnicas do Teatro do Oprimido, a mais praticada em todo o mundo é o Teatro-Fórum, um espetáculo baseado em fatos reais, no qual personagens oprimidos e opressores entram em conflito de forma clara e objetiva, na defesa de seus desejos e interesses. Neste confronto, o oprimido fracassa e o público é convidado pelo Curinga* a entrar em cena, substituir o Protagonista (oprimido) ebuscar alternativas para o problema encenado.

Nesse projeto será incluída também, de forma inédita no Brasil, a proposta da Estética do Oprimido, ampliando assim os horizontes artísticos a serem trabalhados e a capacidade de percepção estética de todos os seus participantes.

Os Curingas do CTO, com direção artística de Augusto Boal, desenvolvem diversos programas de formação de grupos popularesde Teatro-Fórum e, nos últimos dez anos, têm se especializado na Capacitação de Multiplicadores por todo o Brasil nos diversos projetos que desenvolve com educadores, lideranças comunitárias, agentes de participação popular, militantes do MST, agentes penitenciários, pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde e de saúde mental, entre outros.
* Curinga é o facilitador do Teatro doOprimido: um artista com função pedagógica, que ministra cursos e oficinas, dirige espetáculos e atua como mestre de cerimônia nas sessões de Teatro-Fórum, mediando o diálogo entre palco e platéia, estimulando a participação e orientando a análise das intervenções feitas pelos espectadores.

Centro de Teatro do Oprimido • Fábrica de Teatro Popular Nordeste Av. Mem de Sá, 31 Lapa Rio de Janeiro RJ /CEP 20.230-150 • (21) 2232-5826 / 2215-0503 www.ctorio.org.br

3

Fábrica de Teatro Popular Nordeste
Projeto financiado pela Petrobras, através do Ministério da Cultura – Mecenato, que visa à difusão do Teatro do Oprimido na região Nordeste, através da formação de Multiplicadores vinculados a Grupos e/ou Instituições Sócio-Culturais, em parceria com a Secretaria Estadual da Cultura de...
tracking img