La evolucion

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 9 (2173 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 24 de agosto de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
Tipos de sensores

Straing Gage:

A extensometria é uma técnica utilizada para a análise experimental de tensões e deformações em estruturas mecânicas e de alvenaria.
Estas estruturas apresentam deformações que podem ser monitoradas de diversas formas, dentre as quais: por relógio comparador, por detetor eletrônico de deslocamento, por fotoelasticidade, por camada frágil e por strain-gage,dentre outros.
Mas é o strain-gage o alvo das atenções, devido a sua versatilidade de aplicação.
Um sensor de força ou de pressão, por exemplo, nada mais é do que uma estrutura mecânica planejada a deformar-se dentro de certos limites.
O extensômetro elétrico ou strain-gage, é na sua forma mais completa, um resistor elétrico composto de uma finíssima camada de material condutor, depositado sobreum composto isolante.
Este é então colado sobre a estrutura, em teste. Como o strain-gage é sensível as deformações oriundas das cargas presentes na estrutura, pode-se então estudá-las, medindo o comportamento de deformação no corpo.
As tensões mecânicas são calculadas, considerando-se estas deformações e seu estado de orientação geométrica na peça.
Uma vez que se pode utilizar dos valores dedeformação para medir as forcas que dependem exclusivamente do tipo de material e geometria da estrutura. Desta forma é possível ter diversos tipos de estruturas que sejam sensíveis aos muitos parâmetros físicos a estudar, tais como:
Carga ; Pressão ; Torque ; Deslocamento ; Aceleração e Vibração .
Quanto ao tipo e geometria dos strain-gages, igualmente a forma que este é colado na peça, podemosdizer que são subdivididos quanto a precisão requerida nas medições, grau de proteção com o ambiente e fidelidade de medidas a médio / longo prazos, quando então pode-se afirmar que strain-gages, adesivos utilizados na colagem e procedimentos adotados, estão relacionados com estes serem utilizáveis para análise de tensões ou para transdutores. Para análise experimental de tensões espera-se obtermedidas não absolutas, o qual os strain-gages são colados de maneira rápida nas estruturas, dispensando compensações de origem térmica, envelhecimento mecânico e barométrico e outros.
Já em sensores, devemos ter-se o máximo cuidado quanto a estes itens, já que à um sensor considerado de alta precisão, deve-se guarnecer de mínima susceptibilidade a variáveis externas.
A razão da unidade deengenharia pelas diversas variáveis externas, expressa portanto, a precisão global de um dado sensor.
Daí, os tantos tipos e modelos deste ou daquele sensor.
A rigor, os vários fabricantes de sensores exploram estes recursos e os comparam aos parâmetros de aplicação.

Termopar:

Os termopares são dispositivos elétricos com larga aplicação para medição de temperatura. São baratos, podem medir umavasta gama de temperaturas e podem ser substituídos sem introduzir erros relevantes. A sua maior limitação é a exatidão, uma vez que erros inferiores a 1 °C são difíceis de obter. Uma termopilha é o nome que se dá a um conjunto de termopares ligados em série. Um exemplo da aplicação de termopares e termopilhas pode ser a medição de temperaturas em linhas de gás.
Em 1822, o físico Thomas Seebeckdescobriu (acidentalmente) que a junção de dois metais gera uma tensão eléctrica que é função da temperatura. O funcionamento dos termopares é baseado neste fenómeno, que é conhecido como Efeito de Seebeck. Embora praticamente se possa construir um termopar com qualquer combinação de dois metais, utilizam-se apenas algumas combinações normalizadas, isto porque possuem tensões de saída previsíveis esuportam grandes gamas de temperaturas.
Existem tabelas normalizadas que indicam a tensão produzida por cada tipo de termopar para todos os valores de temperatura que suporta, por exemplo, o termopar tipo K com uma temperatura de 300 °C irá produzir 12,2 mV. Contudo, não basta ligar um voltímetro ao termopar e registar o valor da tensão produzida, uma vez que ao ligarmos o voltímetro estamos a...
tracking img