Modernismo, pós-modernismo e a neutralidade científica.

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 19 (4544 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 20 de junio de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
Modernismo, Pós-Modernismo e a Neutralidade Científica.
Luiz Cláudio de Lima ¹
RESUMO.
O que se pretende com este ensaio teórico é apresentar uma análise sobre as influências das ideologias dominantes no processo de desenvolvimento científico e o consequente comprometimento da neutralidade científica em relação ao seu objeto de estudo. O texto está estruturado com base em uma revisão dosautores que apresentam suas interpretações sobre a ciência, seu desenvolvimento e os fatores que a afetam em suas escolhas e direcionam seu progresso. Na primeira parte do texto serão apresentadas as bases conceituais que servirão de referência para a compreensão dos paradigmas dominantes nos diversos estágios de desenvolvimento da ciência moderna e pós-moderna. Na segunda parte se discutirá asinfluências ideológicas que comprometem a neutralidade científica e direcional e condicionam os avanços científicos para os interesses particulares de empresas e estados. As conclusões apresentadas indicam elementos que apontam para uma ciência que se desenvolve de forma tendenciosa e comprometida com suas fontes de financiamento, pois seus avanços e descobertas são patenteados e tornam-se posse de poucosque lucram e exercem dominação sobre os que não as possuem. A ciência e os cientistas estão a serviço de ideologias e do capital, promovendo a sua prevalência destes sobre o interesse e o benefício comum. Fica então uma indagação para novos trabalhos se é possível a existência de uma ciência neutra e livre, que possa exercer a sua autoregulação e busque o desenvolvimento humano e social,respeitando valores universais, equilibrando as necessidades humanas com a necessária preservação da natureza.

Palavras-Chave: Modernismo, Pós-Modernismo e Neutralidade Científica.

1 - Doutorando em Administração, Mestre em Engenharia de Produção, Professor Universitário e Consultor de Empresas. E-mail: lclima59@gmail.com.

INTRODUÇÃO.

As ciências deram osseus primeiros passos de forma lenta e progressiva como também ocorreu com o próprio desenvolvimento do homem e das formas que ele encontrou para se organizar em sociedade. Este paralelismo indica que as instituições políticas, religiosas e o modelo econômico adotado em cada uma das épocas exerceram uma natural interferência na formação ideológica dos cientistas e no caminhar das ciências. Discutira neutralidade científica sempre provoca uma necessária análise do seu desenvolvimento e das diversas formas de pensar e ver a ciência e o que é científico. O modernismo e o pós-modernismo exercem um papel determinante na vida do homem atual nas suas relações sociais, políticas e econômicas, e representaram, cada um a seu tempo, uma ruptura com o modo de pensar do homem sobre a natureza e sobre simesmo.

As crenças religiosas com suas formas de dominação do pensamento do homem foram as primeiras “censuras” ao desenvolvimento científico, julgando o que sob sua ótica poderia ser ciência e o que se caracterizava com mera heresia. No mundo ocidental este marco regulatório da ciência foi mais visível, dado a dominação secular exercida pelas crenças judaico-cristãs que atribuíam àonipotência, onisciência e onipresença divina tudo que estava ao redor do homem, propondo “a vontade de Deus” como uma forma de aceitação resignada da verdade para o alívio das suas inquietações diante da vida e da natureza. O rompimento com esta alienante forma de pensar e viver custou vidas e muito tempo de espera.

A ciência moderna surge com proposições desprovidas do viés religioso, fazendo umaleitura da natureza e de seus fenômenos através de métodos racionais de investigação e análise. Francis Bacon foi um dos precursores do pensamento moderno ao lançar suas idéias sobre a racionalidade dando origem ao positivismo, que iria influenciar decisivamente o pensamento científico. O positivismo Baconiano pressupõe isenção científica, o afastamento dos dogmas, o abandono das crenças para que o...
tracking img