Parasitos e inmunidad glosario

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 41 (10162 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 1 de marzo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
Traducción y terminología

Glossário trilingüe (EN-PT-ES) de termos, abreviações e acrônimos usados com freqüência em Imunologia. 1a parte Glosario trilingüe (EN-PT-ES) de términos, abreviaturas y siglas usados con frecuencia en inmunología. 1.a parte
Lúcia M. Singer* y Juan Manuel Igea**
Introdução

O termo imunidade deriva do latim immunitas, que significava isenção de impostos eprocessos legais que os senadores romanos gozavam. No sentido original e clássico, desenvolvido nos séculos XVIII e XIX, a imunidade referia-se aos processos envolvidos na proteção (“isenção”) contra infecções. Atualmente sabemos que, em geral, os mecanismos de resistência às infecções são os mesmos envolvidos na resposta do indivíduo frente a qualquer substância estranha (também designada em“imunologuês” de substância não-própria) a seu organismo. Melhor explicando: quando um indivíduo tem um primeiro contato com uma molécula ou uma célula, o sistema imunológico irá inicialmente discriminar se esta substância ou célula é própria (ou seja, inerente ao próprio organismo) ou não-própria (estranha ao organismo). Sob condições normais, quando um indivíduo entra em contato com uma substância ou célulaigual à existente no organismo, ou seja reconhecida como própria, o sistema imunológico não irá responder e dizemos que o indivíduo é tolerante ao agente. Ao contrário, o agente que for reconhecido como não-próprio desencadeia uma resposta imunológica específica, além de uma resposta inespecífica, numa tentativa de destruir o não-prório. Estas substâncias estranhas capazes de desencadear umaresposta imunológica e de reagir com os produtos da resposta imunológica são designadas, de forma genérica, antígenos. Muitos dos mecanismos que normalmente protegem os organismos contra infecções e eliminam as substâncias estranhas, são os mesmos capazes de, em determinadas ocasiões, causar lesões tissulares e doenças (por exemplo, doenças auto-imunes, alergias, rejeições a transplantes eenxertos). Por isto, podemos dizer que o fundamento da imunologia reside no reconhecimento do que é próprio e do não-próprio. Assim sendo, a imunidade atualmente é definida de forma mais ampla, como sendo a reação a substâncias estranhas, inclusive contra microorganismos e macromoléculas (como proteínas e polissacarídios), que não necessariamente impli-

cam conseqüências fisiológicas ou patológicas.Imunologia é, pois o estudo da imunidade em seu sentido mais abrangente e dos eventos moleculares e celulares que ocorrem depois que um ser entra em contato com micróbios e outras moléculas estranhas a seu organismo. Nos primórdios do conhecimento da imunologia como ciência, em fins do século XVIII, graças às observações de Jenner, sobre a variolação, e depois de microbiologistas como Pasteur eKoch (entre outros) que conduziram aos atuais conhecimentos da imunização artificial, a comunidade biomédica se viu atraída pelas promessas de que esta ciência iria oferecer o fim das doenças infecciosas epidêmicas. Nos séculos XIX e XX ficou evidente que as respostas imunológicas integram também processos envolvendo fenômenos de reconhecimento, caracterização do indivíduo, crescimento edesenvolvimento, hereditariedade, envelhecimento, câncer, transplantes, tornando-se assim parte fundamental de praticamente todas as especialidades médicas e veterinárias. Métodos e reagentes imunológicos vêm sendo aplicados com crescente freqüência e de formas cada vez mais engenhosas e sofisticadas ao diagnóstico, prevenção e tratamento de inúmeras enfermidades, além de oferecerem instrumentos e conceitospara o estudo dos mecanismos fisiopatológicos de várias doenças. O crescimento praticamente exponencial dos conhecimentos sobre os vários aspectos da imunologia tem sido atribuído ao desenvolvimento de técnicas relativamente novas como imunofluorescência, radioimunensaio, microscopia eletrônica e de varredura, produção de anticorpos monoclonais e técnicas que os utilizam, bem como os novos...
tracking img