Restricao externa al crescimento una visao alternativa

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 6 (1277 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 24 de marzo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
A restrição de balança de pagamentos:a Lei de Thirlwall e uma visão alternativa
Mestrando em Economia: Marvin José Miranda López Trabalho para a matéria de Economia da Demanda Efetiva do IE-URFJ. Agosto de 2010

I.

- Introdução

A teoria proposta originalmente para o crescimento de logo prazo liderado pela demanda com restrição de balança vem do trabalho percussor de Thirlwall (1979) - edesenvolvido melhor com McCombie (Thirlwall e McCombie, 1994)-aonde o crescimento é puxado pela relação entre a demanda por exportações e a elasticidade das importações.Assim a restrição externa se encontraria na disponibilidade de divisas, já que “no longo prazo nenhum país pode crescer más rapidamente que a taxa de crescimento consistente com o equilíbrio da balança de pagamentos, a menos queseja financiado com déficit persistente” (Thirlwall, 2003), isto ficou conhecido como a lei de Thirlwall. Seguindo o modelo de Thirlwall são feitos analises de quando um país se encontra com uma restrição de balança de pagamentos, assim é comparado o crescimento do produto com o crescimento do produto potencial. As limitações do modelo provem de algumas hipóteses que são feitas para chegar àsconclusões, exemplos podem ser: a imposição de que o produto atual sempre tem que ser o produto em equilíbrio da balança de pagamentos no momento de comparação do produto potencial, o uso do produto potencial para determinação se a economia se encontra ou não com uma restrição de BP, ou a generalização de que somente são as exportações o que determinam o crescimento de um país. Neste trabalho se querexplicar uma visão alternativa de um modelo de crescimento liderado pela demanda que apresente uma restrição de balança de pagamentos. Para isto vai ser usado como referencia teórica o modelo proposto por Serrano (1995) conhecido como o supermultiplicador sraffiano, aonde o crescimento é puxado pelo crescimento dos gastos autônomos não criadores de capacidade, e existem consumo e investimentoinduzido. Ao modelo do supermultiplicador vão ser acrescentadas

algumas relações de economia aberta como são um índice de absorção de importações e a balança e pagamentos para que possa ser viável um analise de restrição de balanço de pagamentos. Desta forma a estrutura que o trabalho vai constar de cinco partes na primeira se faz a parte introdutória, a segunda aonde se expõe de uma maneira simpleso modelo básico do Thirlwall, na parte três é apresentado o modelo do supermultiplicador, na quarta parte vai ser desvendadocomo o modelo do supermultiplicador pode ser coerente com uma explicação da restrição de balança de pagamentos.

II.

- Modelo de Crescimento Restringido pela Balança de Pagos de Thirwall II.1. – O Modelo e a Lei

O modelo proposto por Thirlwall (1979) e que logo suaconclusão foi denominada como lei de Thirwall supõe uma economia que possui “taxas de cambio reais dadas, e que o comercio exterior é balanceado no longo prazo, e por tanto, existe uma correspondência entre taxa de crescimento do produto e a ração do crescimento das exportações e a elasticidade por demanda de importações” (Gouvêa e Lima, 2009). O analise de Thirlwall considera que as exportaçõessão o motor da evolução econômica1, já que elas não geram pressões na balança de pagamentos como outros tipos de crescimento liderados pela demanda. A logica anterior segue de que um aumento na taxa de crescimento do país (em todos os setores) fara que se tenha um crescimento nas importações, isto seria induzido pela função de demanda de importações, no entanto o crescimento das exportações dependeprincipalmente de um amento do produto mundial. O anterior pode ser visto facilmente com nas equações presentadas em Thirwall (1979): Demanda por Exportações: Demanda por Importações: Identidade da Balança de Pagamentos:

1

Sendo isto uma das criticas feitas a Lei de Thirlwall, já que o crescimento depende positivamente somente do crescimento das exportações, e assim “generalizam para todos...
tracking img