Sobre um suposto direito de mentir: um paralelo entre kant, schopernhauer e constant, e alguns conceitos schopenhauerianos

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 3 (657 palabras )
  • Descarga(s) : 7
  • Publicado : 2 de julio de 2010
Leer documento completo
Vista previa del texto
SOBRE UM SUPOSTO DIREITO DE MENTIR: UM PARALELO ENTRE KANT, SCHOPERNHAUER E CONSTANT, E ALGUNS CONCEITOS SCHOPENHAUERIANOS

Podemos mentir? Em quais situações? A questão que se discute é se oindivíduo tem ou não o direito de mentir. Para os filósofos Immanuel Kant, Benjamim Constant e Arthur Schopenhauer defendem, cada um, uma opinião diferente sobre este assunto. As argumentações deles sãobaseadas na concepção que cada um deles têm da natureza do direito.
O filósofo Immanuel Kant defende que um indivíduo não deve mentir em hipótese alguma. Deve dizer a verdade em relação a qualquerpessoa, mesmo que esta verdade provoque desvantagem para nós ou para outro. Ao mentir um indivíduo prejudica não somente àquele que ouve, mas a ideia de direito, pois age de forma que a máxima de suaação não pode ser tomada como lei universal; pois para Kant todo ser racional existe como um fim em si mesmo e não deve ser tratado como meio, isso faria com que os indivíduos não tivessem valor absoluto,Isto é, valor por si mesmos, e se todo valor fosse adquirido conforme os interesses alheios, não poderia haver um princípio supremo para toda razão. Para Kant a verdade é uma questão lógica eobjetiva.
Benjamim Constante trata a verdade como um dever. Para ele, junto ao conceito de dever está o conceito de direito e onde não há direitos, também não pode haver deveres. Logo, dizer a verdade é umdever, mas apenas em relação àquele que tem direito a verdade. Nenhum homem, porém, tem o direito a uma verdade que prejudique outro. Utiliza um exemplo para comprovar isso. Na hipótese de umassassino bater a sua porta com a intenção de matar seu amigo que está em sua casa. Você deve dizer a verdade quando o assassino perguntar sobre o paradeiro do seu amigo, ou deve mentir e dizer que o amigonão se encontra no local? Para Constant, nesta situação cabe a mentira. Pois o assassino tem a intenção de infringir a lei e matar seu amigo, tirando-lhe a liberdade, logo não se tem o direito de...
tracking img