Supressão de plantas daninhas e produção de milho-verde orgânico em sistema de plantio direto

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 21 (5080 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 7 de marzo de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
Supressão de plantas daninhas e produção de milho-verde ...

263

SUPRESSÃO DE PLANTAS DANINHAS E PRODUÇÃO DE MILHO-VERDE ORGÂNICO EM SISTEMA DE PLANTIO DIRETO1
Weed Suppression and Organic Green Corn Production in No Tillage System
QUEIROZ, L.R.2, GALVÃO, J.C.C.3, CRUZ, J.C.4, OLIVEIRA, M.F.4 e TARDIN, F.D.4
RESUMO - O sombreamento do solo com cobertura morta proporciona redução nagerminação das sementes e diminuição da população de plantas daninhas, possibilitando às plantas da cultura de interesse se desenvolverem sob efeito de menor competição inicial. Dessa forma, objetivou-se neste trabalho investigar o efeito do cultivo de leguminosas na evolução da comunidade de plantas daninhas na cultura do milho-verde cultivado em sucessão, num sistema orgânico. O ensaio foi realizadoem delineamento em blocos ao acaso, com parcelas subdivididas e quatro repetições. Inicialmente, houve o plantio das leguminosas: feijão-deporco (Canavalia ensiformes), guandu (Cajanus cajan), mucuna-preta (Mucuna aterrinum), mucunaanã (Mucuna deeringiana) e crotalária (Crotalaria juncea); foi mantida uma testemunha sem cultivo em pousio. Anteriormente ao cultivo do milho, foi avaliada a produçãode matéria seca de cada espécie de leguminosa. Em seguida, após a roçada das leguminosas foi semeado sobre a palhada o milho, cultivar HTMV 02. A amostragem das plantas daninhas foi realizada aos 15 e 30 dias após a emergência do milho, lançando-se de forma aleatória sobre cada parcela um quadro de 50 x 50 cm. As plantas daninhas dentro do quadro foram identificadas, pesadas e contadas por espécie,sendo posteriormente colocadas em estufa a 65 oC, por 72 horas, para determinação da matéria seca. As palhadas da mucuna-preta e da crotalária proporcionaram maior redução de matéria seca e população das plantas daninhas. A maior produtividade de espigas comerciais de milho-verde foi obtida na área de palhada de mucunapreta e crotalária. Palavras-chave: cobertura verde, cobertura morta, coberturade solo, manejo cultural, Zea mays. ABSTRACT – Soil shading using mulch reduces weed seed germination and, consequently, weed population, allowing the plant of interest to develop free of the initial competition. Thus, the aim of this paper was to evaluate the effect of leguminous plant cultivation on the evolution of a weed community on green corn cultivated in succession under an organicsystem. The trial was conducted with leguminous plants during the 2007/2008 season, at the Embrapa Corn and Sorghum Field Center in Sete Lagoas-MG. The experiment was arranged in a completely randomized block design with split-plots and four replications, with five species of leguminous plants being evaluated: jack bean (Canavalia ensiformes), pigeonpea (Cajanus cajan), mucuna-black (Mucuna aterrinum),mucuna dwarf (Mucuna deeringiana) and Crotalaria juncea, plus a control, spontaneous vegetation of the area. On February/2008, the leguminous plants were cut close to soil and corn was planted over this mulch on March/06/2009. Weed samplings were collected at 15 and 30 days after corn emergence, which was randomly thrown on each plot framework, measuring 50 x 50 cm.. The weed plants within theframework were identified, weighed and counted. The results obtained showed that Mucuna aterrinum and Crotalaria juncea cover provided further weed biomass reduction during the two seasons evaluated. Higher commercial green corn ear yield was obtained when soil cover using Mucuna aterrinum and Crotalaria juncea straw was adopted. Keywords: green cover, mulch, soil cover crops, cultural management,Zea mays.

Recebido para publicação em 3.7.2009 e na forma revisada em 15.6.2010. Engo-Agro, Dr., pós-doutorando, Departamento de Fitotecnia, Universidade Federal de Viçosa – DFT/UFV, 36570-000 ViçosaMG, ; 3 Engo-Agro, D.Sc., Professor Associado, DFT/UFV, ; 4 Engo-Agro, Dr., Pesquisador, Embrapa Milho e Sorgo, Caixa Postal 151, 35701-970 Sete Lagoas-MG.
2

1

Planta Daninha, Viçosa-MG, v....
tracking img