A natureza das inovações nas agroindústrias de arroz do rio grande do sul de diferentes portes

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 30 (7293 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 14 de marzo de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
A NATUREZA DAS INOVAÇÕES NAS AGROINDÚSTRIAS DE ARROZ DO RIO GRANDE DO SUL DE DIFERENTES PORTES

THE NATURE OF INNOVATION IN RICE’S AGROINDUSTRIES OF RIO GRANDE DO SUL OF DIFFERENT SIZES

Ana Laura Paraginski
Alessandro Porporatti Arbage

Grupo de estudo: ECONOMIA E GESTÃO NO AGRONEGÓCIO

Resumo
As inovações têm, como uma de suas principais consequências, a geração de valor em processosdentro de determinadas atividades a fim de que empresas possam aumentar seu nível de competitividade e permanecer no mercado. Essas inovações podem ser motivadas pelas demandas vindas do consumidor (demand-pull), como também podem ser motivadas por necessidades e oportunidades identificadas pelos diversos departamentos de uma empresa ou pelo seu gestor (technology-push). O presente artigo objetivainvestigar a natureza das inovações radicais e incrementais em agroindústrias de arroz de pequeno, médio e grande porte (considerado volume de arroz beneficiado), utilizando o modelo da Cadeia de Valor do autor Michael E. Porter. Para tanto, primeiramente, foi realizada uma pesquisa bibliográfica a respeito dos conceitos de Inovação, Cadeia de Valor e Competitividade. Após, foi utilizado o métododo estudo de múltiplos casos para abordar 9 agroindústrias de arroz através de uma entrevista semi-estrutura. Após análise dos dados, evidenciou-se que as empresas de distintos portes têm prioridades de investimentos em inovações diferentes. Em termos de inovações radicais, enquanto as empresas de pequeno porte preocupam-se com a logística de entrada e infraestrutura, as de médio porte priorizaminvestimentos no setor de beneficiamento do produto e as de grande porte objetivam inovações em marketing, setor de compras e vendas. Quanto às inovações incrementais, elas estão em diversos departamentos, mas principalmente nas atividades de apoio da Cadeia de Valor de Porter. Concluiu-se que as inovações realizadas no setor estudado têm sua origem nas demandas vindas do mercado e do ambienteinstitucional, portanto, são do tipo demand-pull.
Palavras-chave: Cadeia de Valor; Inovação; Competitividade.

ABSTRACT
The innovations have, as one of its main consequences, development value in processes in certain activities so that companies can increase their level of competitiveness and remain on the market. These innovations may be motivated by demands from the consumer (demand-pull), butalso may be motivated by the needs and opportunities identified by the various departments of a business or by managers (technology-push). This article aims to investigate the nature of radical and incremental innovations in rice’s agroindustries of small, medium and large (considering the volume of rice processed), using the model of the Value Chain of the author Michael E. Porter. To do so,first, was realized a search in literature about concepts of Innovation, Value Chain and Competitiveness. After was used the method of multiple cases to enterview nine companies of rice through a semi-struture enterview. After analyzing the informations, it stayed clear that the companies of different sizes have distincts priorities for investment in innovations. In terms of radical innovations, whilesmall businesses are concerned with inbound logistics and infrastructure, the midsize prioritize investments in the processing of the product and the large aim innovations in marketing, sales and purchasing department . As for incremental innovations, they are in different departments, but mainly in support activities of Porter's Value Chain. It was concluded that the innovations made ​​in thestudied sector have their origin in the demands from the market and institutional environment are therefore demand-pull type.
Keywords: Supply Chain, Innovation, Competitiveness.

1. Introdução


Muito tem se falado, no meio empresarial, sobre inovações e incentivo às inovações. Pode-se notar os inúmeros programas de financiamento (FINEP, SEBRAE, Governos Estaduais, entre outros) vindos...
tracking img