Confissão de fé de westminster

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 71 (17556 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 6 de noviembre de 2010
Leer documento completo
Vista previa del texto
CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER

CAPÍTULOS

CONTEÚDO

I - ESCRITURA SAGRADA II - DEUS E A SANTÍSSIMA TRINDADE III - ETERNOS DECRETOS DE DEUS IV - CRIAÇÃO V - PROVIDÊNCIA VI - QUEDA DO HOMEM, O PECADO E O SEU CASTIGO VII - PACTO DE DEUS COM O HOMEM VIII - CRISTO O MEDIADOR IX - LIVRE ARBÍTRIO X - VOCAÇÃO EFICAZ XI - JUSTIFICAÇÃO XII - ADOÇÃO XIII -SANTIFICAÇÃO XIV - FÉ SALVADORA XV - ARREPENDIMENTO PARA A VIDA XVI - BOAS OBRAS XVII - PERSEVERANÇA DOS SANTOS XVIII - CERTEZA DA GRAÇA E DA SALVAÇÃO XIX - LEI DE DEUS XX - LIBERDADE CRISTÃ E LIBERDADE DE CONSCIÊNCIA XXI - CULTO RELIGIOSO E O DOMINGO XXII - JURAMENTOS LEGAIS E OS VOTOS XXIII - MAGISTRADO CIVIL XXIV - MATRIMÔNIO E DIVÓRCIO XXV - IGREJA XXVI - COMUNHÃO DOS SANTOS XXVII - SACRAMENTOSXXVIII - BATISMO XXIX - CEIA DO SENHOR XXX - CENSURAS ECLESIÁSTICAS XXXI - SÍNODOS E CONCÍLIOS XXXII - ESTADO DO HOMEM DEPOIS DA MORTE E A RESSUREIÇÃO DOS MORTOS XXXIII - JUÍZO FINAL PREFÁCIO AOS NOVOS CAPÍTULOS XXXIV- ESPÍRITO SANTO XXX - AMOR DE DEUS E DAS MISSÕES

CONFISSÃO DE FÉ DE WESTMINSTER
CAPÍTULO I DA ESCRITURA SAGRADA

I. Ainda que a luz da natureza e as obras da criação e daprovidência de tal modo manifestem a bondade, a sabedoria e o poder de Deus, que os homens ficam inescusáveis, contudo não são suficientes para dar aquele conhecimento de Deus e da sua vontade necessário para a salvação; por isso foi o Senhor servido, em diversos tempos e diferentes modos, revelar-se e declarar à sua Igreja aquela sua vontade; e depois, para melhor preservação e propagação da verdade,para o mais seguro estabelecimento e conforto da Igreja contra a corrupção da carne e malícia de Satanás e do mundo, foi igualmente servido fazê-la escrever toda. Isto torna indispensável a Escritura Sagrada, tendo cessado aqueles antigos modos de revelar Deus a sua vontade ao seu povo. Referências - Sal. 19: 1-4; Rom. 1: 32, e 2: 1, e 1: 19-20, e 2: 14-15; I Cor. 1:21, e 2:13-14; Heb. 1:1-2; Luc.1:3-4; Rom. 15:4; Mat. 4:4, 7, 10; Isa. 8: 20; I Tim. 3: I5; II Pedro 1: 19. II. Sob o nome de Escritura Sagrada, ou Palavra de Deus escrita, incluem-se agora todos os livros do Velho e do Novo Testamento, que são os seguintes, todos dados por inspiração de Deus para serem a regra de fé e de prática: O VELHO TESTAMENTO Gênesis Êxodo Levítico Números Deuteronômio Josué Juízes Rute I Samuel IISamuel I Reis II Reis I Crônicas II Crônicas Esdras Neemias Ester Jó Salmos Provérbios Eclesiastes Cântico dos Cânticos Isaías Jeremias Lamentações Ezequiel Daniel Oséias Joel Amós Obadias Jonas Miquéias Naum Habacuque Sofonias Ageu Zacarias Malaquias

O NOVO TESTAMENTO Mateus Marcos Lucas João Atos Romanos I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I Tessalonicenses IITessalonicenses I Timóteo II Timóteo Tito Filemon Hebreus Tiago I Pedro II Pedro I João II João III João Judas Apocalípse

Ref. Ef. 2:20; Apoc. 22:18-19: II Tim. 3:16; Mat. 11:27. III. Os livros geralmente chamados Apócrifos, não sendo de inspiração divina, não fazem parte do cânon da Escritura; não são, portanto, de autoridade na Igreja de Deus, nem de modo algum podem ser aprovados ou empregadossenão como escritos humanos. Ref. Luc. 24:27,44; Rom. 3:2; II Pedro 1:21. IV. A autoridade da Escritura Sagrada, razão pela qual deve ser crida e obedecida, não depende do testemunho de qualquer homem ou igreja, mas depende somente de Deus (a mesma verdade) que é o seu autor; tem, portanto, de ser recebida, porque é a palavra de Deus. Ref. II Tim. 3:16; I João 5:9, I Tess. 2:13. V. Pelo testemunho daIgreja podemos ser movidos e incitados a um alto e reverente apreço da Escritura Sagrada; a suprema excelência do seu conteúdo, e eficácia da sua doutrina, a majestade do seu estilo, a harmonia de todas as suas partes, o escopo do seu todo (que é dar a Deus toda a glória), a plena revelação que faz do único meio de salvar-se o homem, as suas muitas outras excelências incomparáveis e completa...
tracking img