Funçoes do enfermeiro

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 13 (3155 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 10 de marzo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
Funçoes do enfermeiro- introspectiva pessoal
Resumo

Neste trabalho é abordado a comunicação como função do enfermeiro, e os instrumentos que considerados adjacentes a esta função, são eles: a entrevista, a relação de equipa, a relação de ajuda e os registos sendo esta uma comunicação escrita.

A partir da pesquisa elaborada para a realização deste trabalho fui confrontada comalgumas questões e quais as competências que eu preciso desenvolver, daí surgiu uma reflexão sobre a importância da comunicação na futura profissão e como a vou desempenhar, tentarei que seja da melhor maneira possível para me tornar numa boa enfermeira, tanto a nível técnico como a nível humano.

ÍndiceFolhas

Introdução…………………………………………………………….. 5

1. Funções do Enfermeiro…………………………………………………6

1. Comunicação……………………………………………….6

2. Formas de comunicação…………………………………….6

1.1.2.1 Comunicação verbal……………………………….6

2. Comunicação não verbal…………………………..6

3. O papel do ouvinte…………………………………………64. O processo da comunicação………………………………...7

5. A comunicação terapêutica…………………………………………………..7

2. Instrumentos Básicos referentes à comunicação………………………..8

1. Entrevista …………………………………………………………...8

2. Relação de ajuda…………………………………………………….9

3. Trabalho de equipa……………………………………………....9

4. Registos…………………………………………….. …………10

3. Reflexão pessoalda função estudada como futura enfermeira………………………………………………………………11

4. Conclusão……………………………………………………………….13

5. Referências bibliográficas…………………………………………………………….14

Capítulos

Comunicação como função do enfermeiro…………………………………………… I

Instrumentos básicos adjacentes à função – Comunicação……………………………II

Reflexão pessoal da função estudada e sua importância como futuraenfermeira….....III

Introdução

No âmbito da disciplina de enfermagem, no módulo funções do enfermeiro, foi-nos proposta a elaboração de um trabalho que incidisse sobre uma das funções na prática de enfermagem, escolhi a comunicação de entre as funções burocráticas e a manipulação de objectos porque foi esta que mais observei quando estive em contexto real e com a qual me sentia mais confortável.A necessidade de comunicar é universal, uma vez que o indivíduo depende de todos os outros no que respeita à satisfação das suas carências, sejam elas físicas, ambientais ou psicológicas. Por isso a satisfação de muitas das nossas carências humanas provém da interacção com as outras pessoas, e o nosso êxito na interacção depende da faculdade de comunicar.

Este trabalho consiste numapequena abordagem da comunicação, como função dos enfermeiros e os instrumentos básicos que lhes estão adjacentes, nos quais considerei, a entrevista, a relação de ajuda, o trabalho de equipa e os registos, pois todos estes estão ligados à comunicação, mas de uma forma especial, pois se esta comunicação não for eficaz, os cuidados de saúde que o utente carece não são saciados ou seja, o fim nãofoi atingido porque o meio (comunicar), não esteve bem patente de forma eficaz. Consta também fazer uma reflexão pessoal abordando as capacidades como futura enfermeira para realizar esta função da melhor maneira.

O objectivo deste trabalho consiste numa introspectiva de como a futura profissão nos irá afectar e se conseguiremos conciliar a prática com a teoria na sua plenitudeidentificando algumas competências que me proponho a desenvolver.

Foram pesquisados diversos livros para a elaboração deste trabalho, mas devido à restrição imposta pelo professor em relação às páginas não deu para referir todos os aspectos que gostaria, referi apenas os mais importantes e ligados directamente à função comunicação.

I – COMUNICAÇÃO COMO FUNÇÃO DOS ENFERMEIROS

O homem...
tracking img