My nema

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 17 (4068 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 2 de diciembre de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
O ACTO PASCAL (A última ceia de Yeshua com os apóstolos) Vítor Quinta Maio 2008 Neste estudo não pretendemos abordar o significado do acto que, por mandamento de YHWH, celebramos já aos 15 do Aviv1 (ou Nissan), ou seja, na mesma altura em que, após sacrificados os cordeiros no Templo, a 14 à tarde (O Dia da Preparação para o grande Sábado), os cordeiros são comidos pela noite dentro – já a 15.Nem nos centraremos no significado histórico da libertação do povo de Israel depois de 430 anos no Egipto já acima aflorada. Antes olharemos para a importância que este acto ainda hoje mantém na celebração da morte do Cristo Salvador para todos aqueles que abraçaram o concerto com Deus através do sacrifício de Seu Filho Yeshua. É certo que também todos aqueles que foram baptizados na água e noEspírito, na esperança e na fé da salvação por Yeshua, celebram igualmente a sua libertação do pecado e do Egipto espiritual em que viviam antes de terem nascido de novo, pelo baptismo do fogo, do Espírito Santo. Muitos cristãos ainda hoje confundem dois acontecimentos que, em sua natureza e ocorrência, foram distintos: 1. a última ceia que O Senhor Yeshua celebrou com os discípulos na noite em que foipreso [no início de 14 de Aviv] e entregue aos poderes deste mundo, e 2. a celebração do acto pascal, que deve ser celebrado de ano em ano [na noite seguinte, comendo já os cordeiros que foram sacrificados a 14 de Aviv pela tarde], uma vez que o primeiro ocorreu um dia antes do segundo. Dizemos isto com toda a clareza pois a última ceia que O Senhor Yeshua comeu com os Seus discípulos não foicelebrada na noite em que Israel celebra a Páscoa, aos 15 de Aviv, conforme ao mandamento, pela simples razão que O Cordeiro de Deus ainda não havia sido morto quando celebrou a ceia com os discípulos e lhes lavou os pés, atribuindo um novo significado ao vinho e ao pão que foram servidos nessa ceia, como veremos adiante em maior detalhe. Também não nos debruçaremos sobre o significado de cada umdestes símbolos pois esse conhecimento está bem implantado entre os fiéis. Outra questão que queremos reafirmar com igual clareza é que nesta última ceia não se comeu o cordeiro pascal, pela simples razão que os cordeiros ainda não
A palavra “Aviv” designa o estado de maturação da cevada, i.e. quando já está em condições de se poder transformar em farinha para com ela se fazer pão (oferta dasprimícias, o molho que era acenado perante O Senhor YHWH, e que prefigurava O próprio Senhor Yeshua, o pão da vida eterna).
1

haviam sido mortos, o que só ocorreria na tarde desse dia, antes do pôr do sol, e muito menos tinham os mesmos sido assados para poderem ser comidos. Porém, esta última ceia teve um significado muito particular, pois foi ali que Yeshua deu a conhecer aos discípulos o que Lhehavia de suceder para que se pudesse operar o perdão dos pecados de muitos – num concerto renovado na Sua morte e no derramamento do Seu sangue inocente. Ele foi preso na noite de 14 do Aviv, já depois da última ceia com os discípulos, e entregue aos poderes deste mundo; foi julgado e condenado apressadamente nessa mesma noite pelo Sinédrio ou parte dele (o que, só por si constituía umailegalidade, pois o Sinédrio não podia reunir e deliberar em reuniões nocturnas e muito menos na condenação à morte de um homem), açoitado muito cedo na manhã seguinte, ainda dentro do dia 14 de Aviv, tendo havido trevas sobre a terra desde a hora sexta até à hora nona (cerca das três horas da tarde), precisamente quando Yeshua esteve pendurado no madeiro, tendo expirado à mesma hora que os cordeiros eramsacrificados no Templo Foi depois sepultado ainda nessa mesma tarde, apressadamente antes do pôr-do-sol, para que os judeus (os do Sinédrio que O condenaram) não se contaminassem no dia da preparação desse Sábado anual (1º Dia dos Pães Ázimos) e, pudessem, assim, comer a Páscoa na noite imediata, já aos 15 do Aviv, já com os cordeiros assados com ervas amargas sobre as suas mesas. Vamos agora...
tracking img