Secado y cocción cerámica

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 14 (3342 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 29 de septiembre de 2010
Leer documento completo
Vista previa del texto
180

Cerâmica 51 (2005) 180-186

Reaproveitamento de resíduo de rocha ornamental proveniente do Noroeste Fluminense em cerâmica vermelha (Utilization of ornamental rock waste from Northwest Fluminense in red ceramic)
J. M. S. Moreira, J. P. V. T. Manhães, J. N. F. Holanda Grupo de Materiais Cerâmicos, LAMAV Universidade Estadual do Norte Fluminense Av. Alberto Lamego 2000, Campos dosGoytacazes, RJ 28013-602 holanda@uenf.br
Resumo A indústria de rochas ornamentais da região Noroeste Fluminense gera grandes quantidades de resíduo fino resultante do processo de extração e corte de rochas. Este resíduo quando descartado provoca impacto ambiental negativo no meio ambiente. No presente trabalho foi feito um estudo objetivando reaproveitar tal resíduo como matéria-prima para cerâmicavermelha. Foi preparada uma série de misturas argila/resíduo contendo até 20% em peso de resíduo de rocha ornamental, e sinterizadas entre 850 ºC e 1150 ºC. Os resultados experimentais mostraram que adições de até 20% em peso do resíduo de rocha ornamental, não promovem variações significativas na generalidade das propriedades físico-mecânicas da massa argilosa padrão. Análise por difração de raios Xdemonstrou que uma série de transformações de fases ocorrem durante o processo de queima. Palavras-chave: resíduo de rocha ornamental, cerâmica vermelha, reciclagem.

Abstract The industry of ornamental rocks from Northwest Fluminense region generates huge amounts of fine waste resulting from the extraction of rocks. This residue, as disposed, generates negative environmental impacts. In thepresent work a study was done aiming at using the ornamental rock powder waste as raw material for red ceramics. A series of clay/waste mixtures were prepared with contents up to 20 wt.% of waste, and sintered between 850 ºC and 1150 ºC. The experimental results showed that the addition of up to 20 wt.% of ornamental rock powder waste did not promote significant variations in the physical-mechanicalproperties of the pure clayey formulation used as reference. In addition, X-ray diffraction analyses demonstrated that a series of phase transformations occurred during the sintering process. Keywords: ornamental rock waste, red ceramic, recycling.

INTRODUÇÃO Para suprir as necessidades do mundo moderno, é necessário um aumento da produção que paulatinamente contribui para o aumento deresíduos, que nem sempre têm um destino ecologicamente correto. Como não é possível parar a produção, uma das grandes preocupações da atualidade, consiste em reaproveitar os resíduos gerados nos diversos processos produtivos. O Brasil é um dos maiores produtores e exportadores de rochas ornamentais do mundo. Dentre elas, destaca-se o mármore, o granito propriamente dito, o diorito, e o gnaisse,comercialmente conhecidos por mármore e granito. O estado do Espírito Santo é o principal pólo de rochas ornamentais do país instalado na região de Cachoeiro de Itapemirim [1]. No estado do Rio de Janeiro, a região Noroeste também é

rica em rochas ornamentais, com enfoque para o município de Santo Antônio de Pádua. As rochas ornamentais deste município são principalmente rochas graníticas [2]. No entanto,existem também em Santo Antônio de Pádua cerca de 72 empresas explorando pedras de revestimento denominadas de pedra Paduana, pedra Miracema, pedra olho de Pombo e a Pinta Rosa. Estas pedras correspondem ao produto da milonitização de um ortognaisse intrusivo. Para o uso das rochas ornamentais na construção civil, é necessário o seu desdobramento de blocos para chapas. Este processo é responsávelpelo resíduo na forma de lama. Esta lama é geralmente depositada num pátio, porém a quantidade produzida é significativa. Durante a extração e corte de pedras ornamentais no município de Santo Antônio de Pádua-RJ, são geradas enormes quantidades de resíduo na forma de lama abrasiva [3]. Um dos problemas

J. M. S. Moreira et al. / Cerâmica 51 (2005) 180-186

181

enfrentado pela...
tracking img