O sujeito e a coletividade

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 38 (9385 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 15 de agosto de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
O SUJEITO E A COLETIVIDADE1 UM CAMINHO TRANSDIALÓGICO NA SAÚDE COLETIVA

Silvani Botlender Severo2 Nedio Seminotti3

Resumo: Este artigo apresenta os resultados e reflexões de uma pesquisa que objetivou compreender aspectos dificultadores e facilitadores no processo de ativação da integralidade na ação transdisciplinar em uma equipe multiprofissional na saúde coletiva. Esse percursotransdialógico usou como fundamentos a teoria da complexidade e os princípios do método de Edgar Morin e a lógica transdisciplinar proposta por Basarab Nicolescu, tendo como organizador central a interdependência entre Sujeito e Coletividade na construção da política pública em saúde. A pesquisa trouxe o desvelamento da coexistência de duas lógicas que organizam os processos de trabalho na saúde: a lógicada doença/lógica disciplinar e a lógica da integralidade/lógica transdisciplinar. Palavras-chave: Saúde pública. Transdisciplinaridade. Comportamento coletivo. Reforma psiquiátrica. Profissionais da saúde.

Política pública em saúde e a integralidade da atenção
Esta é a transcrição e tradução de um percurso investigativo que exercitou uma relação complexa com o trabalhador em saúde a partir danoção de Sujeito

1 2 3

Este artigo é parte integrante da dissertação de mestrado da primeira autora, intitulada A transdialógica na Integralidade da Atenção a Saúde: a Organização da Saúde e a Saúde da Organização, Financiada pela CAPES. Pós-Graduanda no curso de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Email: silvani.severo@terra.com.br Docente doPrograma de Pós-Graduação em Psicologia, Faculdade de Psicologia Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. E-mail: nedio.seminotti@pucrs.br

PSICOL. USP , São Paulo, out./dez. 2007, 18(4), 53-78

53

de Edgar Morin (2002a). Alicerçamo-nos na interconexão entre os sete princípios do Método (Morin, 2002a, p. 92) e a lógica transdisciplinar (Nicolescu, 2001, 2005). Osquestionamentos geradores desta pesquisa advieram das experiências profissionais da autora em psicologia na política pública de saúde como trabalhadora e gestora em saúde mental, compreendidas desde as lógicas de um sistema complexo (Morin, 2000, 2001, 2002a, 2002b, 2003, 2005a, 2005b; Moraes, 2004; Vasconcellos, 2002). Circulamos entre teoria e prática para compreender o processo de ativação do princípio daintegralidade (art. 196, II, Constituição Federal de 1988; art. 7º, II da Lei 8080/1990 – Sistema Único de Saúde – SUS) na ação transdisciplinar das equipes multiprofissionais na saúde coletiva (Campos, 2000; L’Abbate, 2003; Paim & Almeida Filho, 1998). O organizador central deste estudo são as discussões acerca da interdependência entre Sujeito e Coletividade na construção da política pública emsaúde. A organização do trabalho na saúde através das equipes multiprofissionais é uma estratégia para minimizar, nesse campo, os efeitos negativos do intenso processo de especialização, que tem caracterizado diversas práticas na contemporaneidade (Campos, 1997a, 1997b, 1998; Iribarry, 2003; Peduzzi, 1998, 2001; Peduzzi & Anselmi, 2002). A política pública de saúde no Brasil, decorrência doMovimento Sanitarista e da Reforma Sanitária (Ceccim, 2005; Feuerwerker, 2005; Gallo, Luchesi, Machado Filho, & Ribeiro, 1988; Lana & Gomes, 1996; Paim & Teixeira, 2006), reorienta e enfatiza modelos de atenção integral nas ações dos trabalhadores. O SUS presentifica-se na interconexão e interdependência entre as diretrizes e ações de cada esfera de governo (federal, estadual e municipal). É um sistemamultidimensional que estabelece conexões com outras políticas públicas, integrando a subjetividade do trabalhador em saúde com aspectos técnico-políticos de formação profissional, modelos de gestão, planejamento, financiamento e ações intersetoriais (Ayres, 2001; Campos, 1997a, 1997b, 1998; Cecílio, 1997a, 1997b; Fagundes, 2003, 2006; Minayo, 2001; Sá, 2001; Schraiber & Machado, 1997; Testa,...
tracking img