Formação do magistério feminino e a concepção de educador em anísio teixeira

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 25 (6011 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 17 de mayo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
Formação do magistério feminino e a concepção de educador em Anísio Teixeira

Resumo: O artigo discute algumas das principais idéias do educador Anísio Teixeira em relação ao processo de organização e profissionalização do magistério no Brasil ao longo das primeiras décadas do século XX. Pretende-se, ainda, analisar alguns aspectos de como o trabalho docente foi sendo organizado pelo Estadodurante o século XIX e, sua posterior feminização, enquanto um lócus de inserção da mão-de-obra feminina no mercado de trabalho.

Palavras-chave: educação feminina, organização do magistério no Brasil, Anísio Teixeira.

Abstract: This article discuss a few ideas of the educator Anísio Teixeira about teacher’s profession in brazilian republic during the first decades of twenty century. We tryanalyse how teacher’s work was being organized by the State during the nineteen century and your consequently feminization, allowing women labour force in the work market. It will be analysed how teacher’s labour was organized by the State during the nineteen century and yours feminization, possibilityng the entry of women work force in the labour market.

Key-words: women education, teacher’sprofession organization in Brazil, Anísio Teixeira.

1 – Introdução

O objetivo principal deste trabalho é o de analisar a concepção de educador proposta por Anísio Teixeira, relacionando-a com o desenvolvimento da formação do magistério no Brasil. Pretende-se ainda, apontar alguns aspectos da organização do trabalho docente pelo Estado brasileiro desde meados do século XIX e o posteriordesenvolvimento do seu processo de feminização.

Anísio Teixeira foi um dos intelectuais modernos de seu país, cujas idéias e práticas tiveram grande repercussão no pensamento educacional brasileiro, durante a maior parte do século XX. A formação de professores foi um dos problemas que ocupou um lugar central em toda a sua obra. O mesmo, em vários dos seus escritos, defendeu a organização e aprofissionalização do magistério primário, como um dos requisitos essenciais para o desenvolvimento do país.

A preocupação de Anísio em relação à formação de professores é bastante extensa. Esteve presente em diversos momentos de sua vida e percorreu toda a sua obra. Destaca-se, aqui, o período em que exerceu a Diretoria de Instrução Pública do Distrito Federal, em 1931. Anos mais tarde, com acriação da Universidade do Distrito Federal, ele voltará a tocar neste assunto, defendendo a formação em nível superior para o magistério primário. Não se pretende, neste artigo, elaborar a trajetória histórica do autor em tela e esgotar todo o seu pensamento sobre esta questão, em função da extensão do tema.

Propõe-se, aqui, analisar alguns dos principais escritos de Anísio Teixeira, que abordarama sua concepção de educador, neste período recente da história da educação brasileira, relacionando-a com o processo de constituição do magistério. Busca-se compreender, quem eram os sujeitos que exerciam a profissão neste contexto histórico e que foram contemplados no discurso do educador baiano.

Busca-se, aqui, apontar alguns indícios do processo de desenvolvimento do magistério, enquantoprofissão, no final do século XIX e início do XX. A partir disso, pode-se compreender melhor os sujeitos contemplados por Anísio Teixeira em seu discurso. É consenso na historiografia que, na década de 1930, o magistério estava claramente caracterizado como um trabalho exercido fundamentalmente por mulheres, salvo as peculiaridades regionais. [1]. Alguns autores, como Bruschini e Amado (1988)afirmam que o processo de feminização já havia se concluído em São Paulo nas últimas décadas do século XIX. No entanto, em função da precariedade dos registros, os dados quantitativos sobre esta questão são difíceis de serem precisados.[2]

A presença feminina no magistério, inicialmente no ensino primário, não ocorreu de modo espontâneo. Trata-se de um processo que foi gestado lentamente, a...
tracking img