Operaciones en excel

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 18 (4448 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
Revista de Odontologia da UNESP

© 2009 - ISSN 1807-2577

Nível de conhecimento e atitudes em relação a HIV/AIDS dos cirurgiões-dentistas da cidade de Piracicaba - SP, Brasil
Elisabete Míriam de Carvalho CORRÊAa, Telmo Oliveira BITTARa, Marcelo de Castro MENEGHIMb, Gláucia Maria Bovi AMBROSANOb, Antonio Carlos PEREIRAb Pós-graduandos em Saúde Coletiva, Faculdade de Odontologia, UNICAMP –Universidade Estadual de Campinas, 13414-903 Piracicaba - SP, Brasil b Departamento de Odontologia Social, Faculdade de Odontologia, UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas, 13414-903 Piracicaba - SP, Brasil
a

Corrêa EMC, Bittar TO, Meneghim MC, Ambrosano GMB, Pereira AC. Level of knowledge and attitudes about HIV/ AIDS among dentists from Piracicaba, São Paulo, Brazil. Rev Odontol UNESP.2009; 38(6): 329-34. Resumo: Objetivo: Verificar o nível de conhecimento dos cirurgiões-dentistas da cidade de Piracicaba - SP em relação a portadores de HIV/AIDS e avaliar o grau de aceitação destes profissionais quando no atendimento destes pacientes. Material e método: Foram selecionados 171 cirurgiões-dentistas de Piracicaba, pertencentes a três grupos: um formado por profissionais que atuavam noserviço público; um composto por aqueles que trabalhavam exclusivamente no setor privado, e um grupo de profissionais que atuavam em ambos os setores. Todos foram submetidos a um questionário autoaplicável, visando atingir os objetivos propostos. A análise estatística dos dados foi realizada por meio de tabelas de distribuição de frequência, adotando-se o teste Qui-quadrado (p < 0,05). Resultado:Menos da metade da amostra (42,1%) possuíam conhecimento e segurança para atender pacientes HIV/AIDS. Dos voluntários do setor privado, 47,66% declararam ter conhecimento e segurança, contra 31,6% daqueles do setor público. A comparação do grau de conhecimento e segurança no atendimento de pacientes HIV/AIDS em função do tempo de formado mostrou que 60% dos voluntários formados a partir de 1997declararam ter conhecimento e segurança, contra 34,8% dos formados até 1985 e 32,7% daqueles que se formaram entre 1986 e 1996 (p = 0,0016). Do total da amostra, 53,2% dos voluntários fariam o tratamento se fossem procurados por um paciente HIV/AIDS. Conclusão: O nível de informação dos cirurgiões-dentistas da cidade de Piracicaba acerca de HIV/AIDS é insatisfatório, pois menos da metade da amostra(42,1%) relatou ter conhecimento e segurança para atender esse grupo de pacientes. Palavras-chave: AIDS; HIV; tratamento odontológico. Abstract: Objective: To assess dentists level of knowledge about HIV/AIDS patients in the city of Piracicaba - SP as well as these professionals’ acceptance on treating them. Method: We selected 171 dentists from Piracicaba, belonging to three groups: one composedby professionals working in public service, a group who work exclusively in the private practice and a group of professionals who work in both sectors, answered a self-administered questionnaire aiming to achieve the proposed objectives. Statistical analysis was performed by frequency distribution, and statistical correlation was performed by the Chi-square test (p < 0.05). Result: Less than halfof the sample (42.1%) demonstrated enough knowledge to care HIV/AIDS patient safety. Regarding the private practice, 47.6% of professionals had knowledge and security, against 31.6% of the public practice ones. When comparing knowledge and safety in caring of HIV/AIDS patients according to the time of professional experience, it was demonstrated that 60% of professionals graduated in 1997 andafter had knowledge and security, against 34.8% of those graduated by 1985 and 32.7% of those who have graduated between 1986 and 1996 (p = 0.0016). About 53.2% of the sample would make the treatment if asked by HIV/AIDS patients. Conclusion: The level of information about HIV/AIDS among dentists in the city of Piracicaba - SP is poor, because less than half the sample (42.1%) reported having...
tracking img