Conferencia dos passaros

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 188 (46752 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 13 de junio de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
FARID UD-DIN ATTAR

A CONFERÊNCIA DOS PÁSSAROS

Círculo do Livro 1988

1

CIRCULO DO LIVRO S.A. Caixa postal 7413 01051 São Paulo, Brasil Edição integral Título do original: “The conference of the birds” Copyright © da tradução inglesa 1954 C. S. Nott Tradução: Octavio Mendes Cajado, a partir da tradução inglesa de C. S. Nott Capa: layout de Natanael Longo de Oliveira Tradução cedidapara o Círculo do Livro por cortesia da Editora Cultrix Ltda., mediante acordo com Routledge & Kegan Paul Ltd. Venda permitida apenas aos sócios do Círculo Composto pela Linoart Ltda. Impresso e encadernado pelo Círculo do Livro S.A. 2468109753 88 90 91 89

2

A conferência dos pássaros

A conferência dos pássaros (Mantiq ut-tair) foi escrita pelo poeta persa do século XII Farid ud-DinAttar, um dos maiores sufis de todos os tempos. Conquanto pouco se sai ba, com certeza, a respeito da sua vida, parece que nasceu em 1120, perto de Nishapur, no noroeste da Pérsia. Durante quase quarenta anos viajou por muitos países, estudando em mosteiros e colecionando os escritos de sufis devotos, juntamente com lendas e histórias. Diz-se que possuía um conhecimento mais profundo das idéiassufistas do que qualquer outra pessoa do seu tempo. A tradução para o inglês de C. S. Nott baseia-se na conhecida edição francesa, em prosa, de Garcin de Tassy, a versão que melhor transmite “o sabor, o espírito e os ensinamentos do poema de Attar”.

3

Sumário

Preâmbulo I. II. Invocação Reúnem-se os pássaros Epílogo Attar Uma nota sobre os sufis Glossário

III. A conferência dos pássaros4

Preâmbulo
O grande poema filosófico-religioso de Attar, Mantiq ut-tair, foi composto provavelmente na segunda metade do século XII. Desde esse tempo tem surgido, quase todos os anos, uma nova edição num ou noutro país do Oriente Próximo. A tradução foi empreendida, em primeiro lugar, para entretenimento meu e de alguns amigos; mas, como é a versão mais completa que já apareceu em inglês,talvez interesse a um público maior. Vali-me, na maior parte dos casos, da tradução de Garcin de Tassy para o francês, cotejada com textos árabes, hindus e turcos (Paris, 1863). Consultei também um texto persa, com a ajuda de um sufi amigo, e as três traduções inglesas existentes, todas muito resumidas. A primeira, em versos, feita por Edward Fitzgerald, é a mais sentimental; a segunda é umatradução muito literal de 1 170 dísticos dos 4 674 mathanawi originais, levada a cabo por Ghulam Muhammad Abid Shaikh na índia, em 1911; e a terceira (a melhor das três), em prosa, é a de Masani, que só traduziu a metade do original; esse trabalho foi impresso e publicado em Mangalor, na índia, em 1924, tendo sido as folhas importadas e publicadas pela Oxford University Press. Faz muito tempo que astrês estão esgotadas. A tradução de Garcin de Tassy é completa e, como ele mesmo diz, “eu a fiz tão literal quanto possível, sem comprometer-lhe a
5

inteligibilidade”, conservando o sabor, o espírito e os ensinamentos do poema de Attar. Deixei de lado a segunda metade da invocação — excluída do texto hindu e abreviada no turco. O epílogo, totalmente omitido nos textos hindu e turco, varia emoutros manuscritos; dele incluí apenas a primeira parte, visto que o resto, que consiste apenas em anedotas, surge como anticlímax. Foram também eliminadas ou condensadas umas poucas anedotas na história, ou por parecerem iterativas, ou pela obscuridade do sentido. Mas tudo o que se relaciona com a “conferência”, a “fala”, a “linguagem”, o “discurso” ou o “parlamento” (como é variadamentechamado) dos pássaros, constante do manuscrito original, está aqui. Todas as notas sobre o texto estão incluídas no glossário, a fim de não interromper a leitura; entre elas se incluem algumas de Tassy. Para as compilar e para redigir as notas sobre Attar e os sufis consultei, entre outras fontes, O dicionário do Islam e A enciclopédia do Islam. Na enumeração das seções, segui a tradução de Tassy dos...
tracking img