Doctora

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 22 (5416 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 16 de agosto de 2012
Leer documento completo
Vista previa del texto
A interatividade nos cibermeios brasileiros durante o Carnaval 2010: experiências do A Tarde On Line, JC Online e O Globo
Carmen Carvalho
José Bruno Marinho
 
Resumo: O Carnaval do Brasil tem três grandes expoentes: Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia, cada um com manifestações carnavalescas à sua maneira típica e original. Na cobertura destas, os meios jornalísticos na internet buscamatender tanto os anseios de informação do público quanto os seus interesses de participação online. Este artigo analisa as opções interativas disponíveis nos cibermeios A Tarde On Line, JC Online e O Globo e utiliza como base o método e a definição de opções de interatividade de Alejandro Rost, porém acrescenta outras formas à proposta do autor. A metodologia aplicada nesta pesquisa foi um estudo decaso múltiplo com comparações entre os três cibermeios analisados. O resultado aponta que, entre a interatividade desejada nos cibermeios e a praticada por eles, há uma notável distância.
Palavras-chave: Interatividade, cibermeios, carnaval, participação, jornalismo online.

Introdução
De 1995 a 1999, situa-se a fase inicial da produção jornalística na internet. Passados mais dedez anos, a interatividade, que é uma das características definidoras deste sistema de comunicação, ainda é um grande desafio para os cibermeios. Esse mecanismo ainda necessita ser desenvolvido e incorporado de uma forma mais efetiva ao contexto noticioso. As modalidades interativas são diferentes e variadas, mas os níveis da sua aplicação dependem da solidez e da relevância das empresas do setorde comunicação.
A imprensa digital, nos últimos quinze anos, está num processo de evolução em busca de novas fórmulas de aproximação com o usuário/leitor, desenvolvendo planos e estratégias de participação e criando novas formas de praticar a interatividade com os seus usuários/leitores. Tudo isso para atender a expectativa daquele que se converteu no verdadeiro protagonista doprocesso comunicativo na rede, o internauta, que passou a atuar de forma independente e autônoma. Se não encontra espaço no cibermeio, ele pode, por exemplo, criar seu próprio blog e postar a informação que quiser. Na internet, a informação é para todos e pode ser produzida por todos. Os meios de produção noticiosa online estão cientes dessa realidade, daí a sua postura de propagar a existência dainteratividade em seus espaços e de incorporar as opções interativas.
Este estudo compreende não apenas o cibermeio isolado, mas também o seu vínculo com o usuário/leitor. O foco escolhido baseia-se na premissa do jornal digital como um lugar de interação dos internautas e os conteúdos informativos, ou seja, como um local de encontro e diálogo. O conceito que articula essa relação é oda interatividade e as suas modalidades, desenvolvido e proposto por Alejandro Rost (2006), que, nos últimos anos, tem se dedicado ao estudo dos múltiplos significados de interatividade e da sua aplicação no ciberjornalismo.
Para alcançar uma identificação representativa da realidade analisada, escolhemos realizar a pesquisa durante a maior manifestação cultural do Brasil: oCarnaval. Por conta da dimensão do país e da grandiosidade do evento, reduzimos o estudo às três reconhecidas festas mais populares pela diversidade e distinção e aos seus respectivos maiores noticiosos online: JC Online (www.jc.uol.com.br), de Pernambuco; A Tarde On Line (www.atarde.com.br), de Salvador; e O Globo (www.oglobo.globo.com), do Rio de Janeiro. A análise centra-se, enfim, nas opçõesinterativas verificadas na cobertura do Carnaval feita pelos três cibermeios citados e buscar descobrir o quão eficaz ou não tem sido a utilização das ferramentas de interatividade pelo jornalismo online atualmente em prática no Brasil.

1 Interatividade nos cibermeios: real ou ficcional?
A expansão da internet em escala mundial teve um papel determinante na transformação do perfil...
tracking img