Resiliencia

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 6 (1443 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 5 de enero de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
http://www.pediatriasaopaulo.usp.br/upload/html/473/body/01.htm
EDITORIAL EDITORIAL
 Adolescência, cultura, vulnerabilidade e risco
Dra. Maria Ignez Saito
Médica chefe da Unidade de Adolescentes do Instituto da Criança HC - FMUSP. Doutora em Medicina. Departamento de Pediatria FMUSP.
A adolescência deve ser encarada como etapa crucial do processo de crescimento e desenvolvimento cuja marcaregistrada é a transformação, ligada aos aspectos físicos e psíquicos do ser humano, inserido nas mais diferentes culturas.
As modificações físicas constituem a parte da adolescência denominada puberdade, caracterizada, principalmente, pela aceleração e desaceleração do crescimento físico, mudança da composição corporal, eclosão hormonal envolvendo hormônios sexuais e evolução da maturaçãosexual, que pode ser acompanhada através do desenvolvimento de caracteres sexuais secundários masculinos e femininos. Evoluem paralelamente às mudanças corporais aquelas de ordem psico-emocional, que foram, por Knobel e Aberastury, reunidas na Síndrome da Adolescência Normal. Constituem características importantes dessa síndrome a busca da identidade, a tendência grupal, o desenvolvimento dopensamento conceitual, a vivência temporal singular, a evolução da sexualidade, havendo, por vezes, um descompasso entre o corpo pronto para a reprodução e o psíquico despreparado para esse evento.
Enquanto a puberdade é parâmetro universal, repetindo-se de maneira muito semelhante para todos os indivíduos, a adolescência é praticamente única, singular para cada um, sofrendo inclusive influênciassocioculturais, o que a faz ser vivenciada de maneira diferente até por indivíduos da mesma família.
Para que possam ser analisadas as relações entre adolescência e cultura, faz-se necessário o entendimento da cultura como a maneira pela qual um grupo se estrutura e configura suas relações sociais. A cultura faz com que a conduta humana seja previsível dentro de um certo leque de possibilidades,variável em cada sociedade. É relevante lembrar que o conceito de adolescência não nasceu com o início dos tempos, mas delineou-se como resultado da reflexão humana sobre a singularidade dessa etapa de passagem entre a infância e a adultícia. Esse período é extremamente relevante para a construção do sujeito individual e social, devendo ser porém considerada sua vulnerabilidade e risco.
Chega-se,então, à conclusão de que a própria adolescência é uma invenção da cultura, um produto da industrialização, da tecnologia, da mídia, da globalização, exigindo uma contínua adaptação para que o adolescente ingresse como sujeito na vida adulta.
A cultura permeia, sem dúvida, o processo de socialização, que já foi definido como "o processo pelo qual um indivíduo aprende e adota idéias, crenças, atitudes,normas e valores de cada sociedade". A resposta do adolescente será mais ou menos adequada dependendo de sua história de vida e do seu grau de adaptação à sociedade em transformação.
Faz-se, portanto, nessa fase, muito presente o binômio vulnerabilidade/risco, sustentado pela transformação interna perante a externa, tornando urgente as propostas de prevenção.
O risco é uma proposição técnicaque associa o conceito de vulnerabilidade à probabilidade de dano ou resultado indesejado. Paralelamente, surge o conceito de fator protetor utilizado como mecanismo basicamente de prevenção, mas que pode visar também à qualidade de vida.
Para as crianças e adolescentes, os fatores de risco e proteção podem estar presentes:
• neles mesmos, através de mecanismos ainda não totalmente esclarecidose vinculados à singularidade de cada fase da vida e de cada um;
• na sociedade como um todo, dentro dos variados grupos de referência, entre os quais destacam-se a família. a escola, o grupo de amigos, as áreas de saúde, a mídia, as políticas governamentais, entre outros.
Claro está que essa é uma divisão para fins didáticos, visto que a condição de risco é seguramente pluri-causal e os...
tracking img