Administração

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 20 (4867 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 21 de marzo de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
[pic]
Dicas de português

Confraternização

Os alunos se confraternizarão no final do ano numa churrascaria (incorreto)

**Garanto que o encontro não será legal.

Não existe o verbo pronominal “confraternizar-se”, é sempre confraternizar, logo o pronome obliquo (se) é dispensável.

Frase correta:- Os alunos confraternizarão no final do ano numa churrascaria.

Diversos Sarauês...(incorreto)
Por que não o saruês (correto)
Saruê – é primo-irmão do Gambá.

CINEMA EM PERIGO

Antonio Pitanga, em entrevista À TVE: “ O cinema nacional é o pilatos da socialização.
Por certo o ator queria dizer: O cinema nacional é o pilar da socialização.

“Joana não lhe conhecia e, então quis falar com ele.”

Ele não perdeu nada. Não valia a pena “lhe conhecer”.

É um erro muito comuma troca do pronome o (e variações) por lhe/lhes.
Devemos ter em mente que o o (e variações) é utilizado como objeto direto (complemento de verbo transitivo direto) e lhe/lhes como objeto indireto (complemento de verbo transitivo indireto) O verbo conhecer é Transitivo direto.
Período correto: Joana não conhecia e, então, não quis falar com ele.

Devemos se constantes guardiões de nossosfilhos
(Guardiões e guardiães, tanto faz os dois estão correto)

Vira casaca ( incorreto)
Vira-casaca (correto, sempre com hífen), usado para individuo que troca de idéias.

Acerca de – sobre, a respeito de; Falou acerca dos planos da empresa.
Não sabia nada acerca do paradeiro dos irmãos.

A cerca de e cerca de:- aproximadamente, estava a cerca de dois anos daaposentadoria
O navio estava a cerca de um quilômetro do cais.
O buraco tinha a cerca de dois metros de diâmetro.

Há cerca de:- Faz aproximadamente, desde mais ou menos.
Saiu há cerca de 15 minutos.
Vem à cidaderegularmente há cerca de 20 anos.

A par : Junto, ao lado, Caminhava a par, Estavam deitados a par.

A par de: Ciente de, informado/ Ficou a par dos fatos pelo jornal / Estava a par de tudo na empresa.

Ao par: de valor igual/ O real e o dólar já estiveram ao par/ Eram títulos ao par/ O câmbio estava ao par.

Por ora: por agora, por enquanto, Por ora, é tudo que sei/ Nãopretende, por ora, mudar de emprego.

Por hora: por 60 minutos. Corria a 150 quilômetros por hora/ Passavam pelo pedágio 5 mil carros por hora.

Afim: semelhante ou parente que não tem o mesmo sangue: Tinham sentimentos e objetivos afins .
Eram almas afim.
Tratava-se de parentes afins

Afim de: desdobramento do caso anterior: O sogro é afim do genroNos romances, uma alma é afim da outra.

A fim de: para: Saia cedo a fim de não perder o ônibus. Na linguagem coloquial, designa vontade:
Estava a fim de namorar a colega, mas ela não estava a fim dele.

Ter de: ter necessidade ou obrigação de, dever: Tenho de terminar o trabalho hoje.
Ele tem de ser mais pontual
Tem de ser feito todo oesforço para o Brasil voltar a crescer.

“Ter que”: embora muito popular, o uso de ter que no lugar de ter de é considerado “menos recomendável”, segundo dicionário Aurélio e grande número de gramáticos (em frases como “tenho que” sair logo”, “tenho que” dar a volta por cima, “ temos que” comprar as entradas logo.

Ter que: ter para, ter a: Tenho muito que fazer. Eles não têm nada que (para)correr.

À-toa- irrefletido, fácil, desprezível, sem valor: Era um problema à-toa
Não perca tempo com questões à-toa. Andava com pessoas à-toa.

À toa – Impensadamente, sem destino, ao acaso, inutilmente: “Andava à toa na vida...”(Chico Buarque, A Banda). / Irritou-se à toa com os filhos. / Não é à toa que o consideram o melhor./ Procurava sempre o que fazer, pois não sabia ficar à...
tracking img