Analise de propagandas relacionas a temática sexual

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 34 (8492 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 15 de junio de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
INTRODUÇÃO

Os elementos isotópicos não são usados por acaso na publicidade, uma vez que essa tem o objetivo de divulgar e tornar público o seu produto, criando um desejo pela coisa enunciada. As propagandas relacionadas à sexualidade/sexo utilizam muito os elementos ligados à dupla isotopia, gerando assim mais de uma leitura, pois a propaganda, neste caso, tem de ser subentendida, de umamaneira que o leitor/ receptor entenda a real intenção da publicidade, mas que isso não seja passado de uma forma vulgar ou grosseira. A partir disto, surge a indagação a respeito de quais e de como se apresentam os elementos isotópicos nas propagandas relacionadas ao sexo/sexualidade, qual a sua função dentro do texto publicitário. O trabalho busca respostas ao questionamento inicial, procurandoobservar as leituras possíveis dentro de um anúncio publicitário através da isotopia, considerando seus elementos conectores e desencadeadores de sentido. Para isso, serão observados elementos no texto verbal e não verbal. Assim, o objetivo deste estudo é o de analisar a intencionalidade dos recursos humorísticos em textos publicitários e compreender a função dos recursos humorísticos empregados naspropagadas, identificando os seus pressupostos e, por conseguinte, as suas consequências, procedendo, para este fim, um estudo da semiótica e da publicidade. As propagandas utilizadas são anúncios publicitários de motéis e de produtos eróticos. Neles, busca-se identificar os elementos que marcam os anúncios, tanto escrito como visual na busca do significado na relação texto e imagem. O estudo édividido em dois capítulos. No primeiro, é apresentada a fundamentação teórica, composto por princípios da teoria da semiótica do texto. No mesmo capítulo, consta a definição dos gêneros textuais, de texto publicitário e uma breve definição do texto erótico.

8

O segundo capítulo é composto pelas análises das propagandas, oportunidade em que elas são apresentadas uma por vez com a análise dasemiótica e os elementos que permitem mais de uma leitura do anúncio publicitário. Nas considerações finais, apresenta-se uma reflexão sobre todo o trabalho realizado, especificamente discutindo a relação de sentido estabelecida pelo anunciante e os elementos da isotopia dentro do texto publicitário em análise.

9

1 REFERENCIAL TEÓRICO
1.1 Teoria semiótica Existem duas semióticas: a doutrinados signos elaborada por Charles Sanders Peirce e a teoria da significação proposta por Algidar Julien Greimas. Nosso1 trabalho é ligado à teoria de Greimas. O que a diferencia da outra é a ênfase dada não mais nas relações entre os signos, mas no processo de significação capaz de gerá-los. Fiorin, (2002) explica-nos que a semiótica tem por objeto o texto, procura descrever e explicar o que o textodiz e como ele faz para dizer o que diz. Analisa o texto como um todo e os mecanismos que constroem o sentido do texto, pois o texto é um objeto de significação e um objeto de comunicação. A semiótica é a teoria que procura explicar os sentidos do texto pelo exame do seu plano de conteúdo. Recorrendo às definições de plano de expressão e plano de conteúdo, Barros (2005) define os domínios dasemiótica no plano de conteúdo, já que o conjunto significante mencionado por ela pertence aos domínios da expressão, e a manifestação em línguas naturais distintas também. Nos domínios do conteúdo, a significação é descrita pela semiótica no modelo do percurso gerativo do sentido, que prevê a geração do sentido por meio do nível semio-narrativo, geral e abstrato, que se especifica e se concretiza nainstância da enunciação, no nível discursivo. Colocado de lado em um primeiro momento do desenvolvimento teórico da semiótica, o plano da expressão passa a ser tomado como objeto de estudo quando uma categoria do significante se relaciona com uma categoria do significado, ou seja, quando há uma relação entre uma forma da expressão e uma forma do conteúdo. Para Barros (2005), a semiótica analisa...
tracking img