Atitudes sociolonguísticas em cidades de fronteira: o caso de bernardo de irigoyen

Solo disponible en BuenasTareas
  • Páginas : 12 (2921 palabras )
  • Descarga(s) : 0
  • Publicado : 28 de febrero de 2011
Leer documento completo
Vista previa del texto
ATITUDES SOCIOLONGUÍSTICAS EM CIDADES DE FRONTEIRA: O CASO DE BERNARDO DE IRIGOYEN.

NIESCIORUK, Célia. - G (UEPG).
CARLOS, Valeska Gracioso. (UEPG).

RESUMO: O presente artigo tem como objetivo discutir a situação linguística da comunidade argentina de Bernardo de Irigoyen situada em Misiones, que faz fronteira com o Brasil, especialmente no que diz respeito às atitudes sociolinguísticasque os indivíduos pertencentes a essa comunidade manifestam em relação a sua língua, considerando a situação de contato que se estabeleceu entre o espanhol e o português. Assim, estudos relacionados à língua e ao meio social são alvos desta pesquisa, uma vez que as atitudes sociolinguísticas apresentadas por seus falantes estão intimamente relacionadas à identidade de seus indivíduos.PALAVRAS-CHAVE: atitudes sociolinguísticas, crenças, cidade de fronteira, identidade.

1. Introdução:
A língua e seu comportamento variável já é alvo de pesquisas ao redor do mundo durante muito tempo. Porém, dentro da linguística, ainda se tem dado pouca atenção para uma realidade de grande importância: língua e sociedade. As relações sociais reúnem e integram pessoas ou grupos e na vivência docotidiano aproximam as práticas comunicativas e assim a estrutura social pode acabar por influenciar ou determinar a estrutura da língua e seu comportamento (Sá, 2008, p.55). Nesse sentido, faz-se necessário que a sociolinguística brasileira também dê mais atenção a um fator de grande importância que é a relação entre nosso país e seus vizinhos de fronteira, como a Argentina.
O Brasil eArgentina fazem fronteira em cerca de 1240 km e desde sua formação entrelaçam-se por inúmeras semelhanças, mas também diferenças. Desta forma, estudos relacionados à língua e as condições sociais que influem no falar dos indivíduos são alvos desta pesquisa.
A região analisada, Bernardo de Irigoyen, em Misiones, é muito rica e abundante aos olhos de um pesquisador, pois oferece várias fontes paraestudos e análises de atitudes linguísticas, devido ao contato em que se estabeleceu entre o português e o espanhol.
O município pertence a uma tríplice-fronteira ou tripla-fronteira como também é conhecida, que é um lugar comum que une limites territoriais e políticos entre três países vizinhos ou três cidades diferentes e que pode ser caracterizada por várias particularidades, como por seufácil acesso devido a sua localização geográfica o que incentiva um intercâmbio entre países vizinhos. Neste caso, Bernardo de Irigoyen faz tríplice fronteira com duas cidades brasileiras, Dionísio Cerqueira no estado de Santa Catarina e Barracão no estado do Paraná. Ainda pode-se perceber em uma tríplice-fronteira uma grande diversidade cultural através da presença de imigrantes na região.Acreditamos que os indivíduos constroem uma relação de identidade com o meio em que convivem, ou ao grupo a que pertencem e que pode ser transformada ou sofrer influência social a todo o momento. Assim afirma Hall:

O objetivo deste estudo é verificar e problematizar as atitudes sociolinguísticas manifestadas entre os indivíduos do município de Bernardo de Irigoyen com relação a seusvizinhos brasileiros, levando em consideração sua situação sociogeografica. Além disso, verificar como se dão as relações entre os habitantes da fronteira.

2. A cidade: um pouco de história.
O município de Bernardo de Irigoyen até 11 de julho de 1921 chamava-se Barracón da Argentina, e só a partir dessa data recebeu seu atual nome em homenagem a um advogado que esteve presente nasnegociações dos limites da fronteira entre Brasil e Argentina.
Localiza-se no ponto mais Oriental da Argentina, e faz parte da chamada “tríplice fronteira” juntamente com duas cidades brasileiras: Dionísio Cerqueira no Estado de Santa Catarina e Barracão no Estado do Paraná. A cidade conta ainda com uma população de cerca de 13 mil habitantes segundo o Censo do ano de 2005 (INDEC).
Alguns...
tracking img